TFT para baixa concentração e deficit de atenção

TFT para baixa concentração e deficit de atenção

Partilhe este artigo, escolha a sua rede social!


Diversos são os fatores que dificultam o processo de aprendizagem no âmbito educacional e de formas bastantes perceptíveis. Dificuldades que muitas vezes são geradas a partir de crenças, processos cognitivos, psicológicos, físicos e até mentais.

Neste artigo a psicoterapeuta Marta Cardoso aborda a falta de concentração que exerce grande influencia nestas dificuldades de aprendizado. A dificuldade também recebe nomes como déficit de memória, TDH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) e, ou dislexia. Todas elas são compreendidas como transtorno de aprendizado e acarretam aos alunos sensações negativas como incapacidade, frustração, desânimo, estresse e até problemas mais graves que podem ser gerados posteriormente.

A terapeuta faz um paralelo as suas observações e se apoia nos estudos e postulados de Sigmund Freud que diz que todo comportamento humano é super determinado, e mesmo pareçam ocorrer ao acaso, estão relacionados a uma série de causas que frequentemente não temos consciência. Sendo assim e por meio de técnicas terapêuticas propõe aos seus pacientes abordagens que possam minimizar estas dificuldades.

DA TEORIA À PRÁTICA

Durante o ano de 2016, uma turma de 4º ano do ensino fundamental de uma escola pública na cidade de Caculé (BA) 50% dos alunos apresentavam baixo rendimento escolar. Neste mesmo período foi proposto por Marta Cardoso, que é terapeuta TFT de 3º nível (Optimal Healt) e ocupa o cargo de diretora desta mesma escola, a realização de um experimento com a técnica TFT (Thought Field Therapy ou traduzindo Terapia do Campo do Pensamento) para três professoras e suas turmas. Foi escolhida uma sequência de tappings (pequenos tapinhas com as pontas dos dedos nos meridianos do nosso corpo numa sequência específica) curinga que tem como abordagem o tratamento de traumas mais complexos. O resultado foi que, no ano seguinte, 80% dos alunos superaram significativamente as dificuldades apresentadas.

A aplicação da TFT pelos alunos, orientados por suas professoras e abordando a dificuldade de aprendizado atua no campo energético da pessoa que se autoaplica, criando conexões vibracionais nos meridianos e alcançando os hemisférios cerebrais, limpando traumas simples, complexos e liberando os bloqueios ao aprendizado.

“É uma técnica ainda muito nova no Brasil mas muito poderosa, com possibilidades de transformar vidas, tanto no campo pedagógico como em outras áreas que for aplicada”, salienta Marta.

A psicopedagoga Daniela Leal cita em seu livro sobre o cérebro e a aprendizagem que “muitas vezes, ao falarmos dos processos de ensino aprendizagem, caímos na falácia de dizer que são os hemisférios cerebrais os únicos a participarem do processo de aprendizagem. Mas não é bem assim que acontece. A atenção por exemplo, ato essencial para que ocorra a aprendizagem, depende de uma complexa interação entre a estrutura do tronco encefálico e suas conexões com o córtex frontal - os transtornos de atenção ocorrem, muitas vezes, nesse processo. Os hemisférios cerebrais se dividem em direito e esquerdo e, ao mesmo tempo em que estão separados, estão unidos por estruturas de conexão – a mais famosa é o corpo caloso. 

OUTRO CASO DE SUCESSO

Outro caso de sucesso da psicoterapeuta Marta Cardoso utilizando a TFT como terapia para melhorar o aprendizado foi com a paciente Iara Oliveira Garcia, natural de Jacaraci (BA).

A TFT transformou sua vida para melhor segundo confidencia. A cerca de dois ou três anos, sofria com a falta de concentração e déficit de memória. Estudar se tornou um problema e uma chateação. Por mais que se empenhasse em prestar atenção nos textos e no conteúdo dos mesmos, ao final de cada página constatava que nada havia absorvido.”Me vinha um desespero, crises de choro e uma vontade constante de desistir. Já não fazia mais sentido perder tanto tempo estudando e ao final não aprender nada”, cita Iara que mesmo com as dificuldades continuou estudando até entrar em uma faculdade, o que aumentou ainda mais a perturbação.


Iara chegou a se questionar várias vezes se isso não poderia ser um problema ou algum tipo de distúrbio mais sério. Foi durante um período de tristeza e angústia que teve conhecimento da TFT e da psicoterapeuta Marta Cardoso. Logo iniciaram o tratamento e já nas primeira sessão foi diagnosticado algumas toxinas (trigo e açúcar) para paciente, que poderiam estar atrapalhando o desempenho do aprendizado. Neutralizadas as toxinas a terapeuta solicitou que Iara se mantivesse distante das mesmas por um período.


Após esta parte do tratamento foi diagnosticada uma sequência específica para que a paciente utilizasse aos longos dos dias para a falta de concentração. Animada com a terapia, Iara se pôs a fazer a sequência regularmente com muita disciplina, conforme o relato a seguir: “Lembro-me que fiquei tão empolgada e animada que vivia a fazer essa sequência sempre, pois me sentia muito bem, uma sensação inexplicável, uma leveza, um bem estar e até minha autoestima melhorou, já nos primeiros dias, fui percebendo uma melhora, tanto na parte de concentração, quanto a memorização“.


O uso das reversões psicológicas melhorou não só a concentração e aprendizado, mas também a disfunção em trocar palavras, letras ao digitar e até o esquecimento. Em poucos minutos fazendo os tappings a paciente já notava significativa melhora das suas dificuldades.


Hoje Iara renunciou ao trigo e ao açúcar, ao mesmo tempo que celebra a melhora da concentração, a facilidade para aprender as coisas e a memória.


Segundo Iara foi preciso coragem para assumir, aceitar os seus problemas e limitações. Para ela a TFT é realmente fantástica e foi transformadora na sua vida.


Marta Cardoso também ficou muito satisfeita com o resultado obtido. “Quando nos propomos a uma escolha, tudo irá conspirar à favor. E as terapias alternativas estão presentes para auxiliar o individuo no seu crescimento”, finaliza a psicoterapeuta.

TESOUROS DESCOBERTOS: TOXINAS E REVERSÕES

Dentre todas as descobertas do psicólogo PhD. Roger Callahan (descobridor e desenvolvedor da TFT), duas delas fizeram grande diferença: as reversões psicológicas e as TEIs (Toxinas Energéticas para o Indivíduo).


A primeira mostrava que nós constantemente nos colocamos em estado de negativismo e até negação, desejando um resultado e realizando de forma contrária. Como pensar direita e dizer esquerda. Digitar errado no teclado. Como se o cérebro estivesse em colapso. Este comportamento misterioso o Dr. Roger deu o nome de Reversão Psicológica, que bloqueia e impede o tratamento efetivo de qualquer espécie, tornando quase impossível uma melhora. A correção das reversões, desencadeia uma cura natural e um processo de evolução, permitindo que o tratamento possa funcionar.


Já as Toxinas, que difere de elementos tóxicos, é tudo aquilo que se pode inalar, ingerir ou tocar, que em quantidade demasiada em nosso corpo, pode causar doenças, e/ou  atrapalhar a cura natural.


As toxinas podem reverter um tratamento realizado com sucesso ou impedir o progresso do mesmo. A descoberta das toxinas, e de como tratá-las, possibilitou a TFT alcançar uma efetividade altíssima para os parâmetros de sucesso em cura.

Marta Cardoso
Psicoterapeuta Holística, Analista Comportamental, PNL, Hipnose, Coach
e TFT Advanced - Voice Technology

Fonte: IMEC Instituto Mente Equilibrio & Consciência. Conteúdo disponível na Revista IMEC News: http://conteudo.imec-consciencia.com.br/revista-imec-news-2018


Seja um terapeuta TFT certificado e faça disto uma profissão. Aprenda a tratar de si e aplicar a técnica em terceiros. Inscreva-se já na próxima formação.

 


Partilhe este artigo, escolha a sua rede social!


Blog

Pesquisa

Eventos

Workshop gratuito, com inscrição obrigatória: Descubra o que é a TFT
Workshop gratuito, com inscrição obrigatória: Descubra o que é a TFT

23/09/2020

Aprenda a utilizar a lei da atração em seu beneficio.
Aprenda a utilizar a lei da atração em seu beneficio.

03/04/2021

Webdesign Megasites